Image and video hosting by TinyPic
"Cadê eu? perguntava-me. E quem respondia era uma estranha que me dizia fria e categoricamente: tu és tu mesma. Aos poucos, à medida que deixei de me procurar fiquei distraída e sem intenção alguma. Eu sou hábil em formar teoria. Eu, que empiricamente vivo. Eu dialogo comigo mesma: exponho e me pergunto sobre o que foi exposto, eu exponho e contesto, faço perguntas a uma audiência invisível e esta me anima com as respostas a prosseguir. Quando eu me olho de fora para dentro eu sou uma casca de árvore e não a árvore. Eu não sentia prazer. Depois que eu recuperei meu contato comigo é que me fecundei e o resultado foi o nascimento alvoroçado de um prazer todo diferente do que chamam prazer."

Clarice Lispector.

crescerprapassarinho:

fagulhar em cores

acho esse quadro a coisa mais linda maravilhosa e poética do mundo

crescerprapassarinho:

fagulhar em cores

acho esse quadro a coisa mais linda maravilhosa e poética do mundo

sweetieclown:

Filme “O Cheiro do Ralo”

sweetieclown:

Filme “O Cheiro do Ralo”

retrovisor-soluvel:

o que você está fazendo?
só me mande um sinal
um tipo de presságio
telepatia
qualquer coisa que minhas células de memória
interpretem como despedida
eu já ouvi isso antes
mas não assim
eu odiaria adorar até sua voz favorita
me mandando ir embora